Fotos da Reunião de Obreiros em Uberlândia/MG (31 de agosto 2014)





O mundo é dos espertos

Rebeca, a mulher de Isaac, teve uma gravidez difícil (Gênesis 25.20-28). E consultando ela a Deus, Ele lhe revelou que ela teria gêmeos e que o mais novo se tornaria mais importante que o primogênito. Pela sequência normal era o primogênito que tinha autoridade patriarcal sobre os outros irmãos e também recebia a parte maior da herança. Não há registro de que Rebeca tenha comentado isso com Isaac, seu marido. 
Os gêmeos cresceram e tiveram comportamentos diferentes. Enquanto Esaú, o mais velho, se tornou caçador, passando a viver a maior parte do tempo nos campos, Jacó, o mais novo, se tornou cuidadoso das tarefas domésticas e tinha um temperamento tranquilo, o que demonstrava que era mais hábil e qualificado para se tornar o sucessor do pai. Jacó certamente sabia disso e percebeu o desinteresse de Esaú, seu irmão, pela sucessão patriarcal. 
Embora Esaú fosse por direito de nascimento o detentor da benção ele a desprezou. Foi então que surgiu uma oportunidade inesperada que talvez Jacó nem imaginasse. Esaú voltou do campo exausto e com fome em um dia em que não tinha conseguido nenhuma caça. Jacó estava preparando um guizado saboroso para o jantar. Esaú então lhe implorou que o deixasse participar daquela refeição. Foi então que Jacó deu o golpe fatal. Aproveitando-se da fome de seu irmão comprou-lhe o direito da primogenitura por um prato de comida. Já era meio caminho andado. Precisava agora conseguir uma mãozinha de sua mãe, que era muito esperta, e se conseguisse aproveitar da cegueira de seu pai seria o detentor da benção. E essa oportunidade não demorou a aparecer. 
Isaac, sentindo-se próximo da morte, pediu que Esaú caçasse algum animal e preparasse para ele um guizado, que talvez seria a sua última refeição, e era também o momento em que ele impetraria a benção sobre Esaú. Jacó, agora, associado com sua mãe, preparou uma estratégia. Fez um guizado saboroso e o levou para seu pai, passando-se por Esaú. Ele teve um pouco de medo mas com a ajuda de sua mãe ele conseguiu. Vieram muitos problemas. Jacó teve que fugir para não ser morto por seu irmão. Sua mãe certamente se entristeceu muito.  Mas, com certeza, Deus não se desagradou de sua atitude. 
Uma vez que Deus gosta de ser chamado de "o Deus de Abraão, Isaac e Jacó" e nunca reclamou por não ser chamado de "o Deus de Abraão, Isaac e Esaú". Para que as coisas dessem certo Deus providenciou uma circunstância para que a regra fosse quebrada e o homem certo assumisse a sequência patriarcal.

Deus não está preso a regras. Ele coloca no lugar que quer aquele que é do seu agrado.

Que Deus nos abençoe.

Façamos o que cabe a nós e deixemos que Ele faça a sua parte.

Graça e Paz.
Pr Vicente Deodato.

Culto Festivo Bairro São Benedito - 18 janeiro 2014